Como evitar os transtornos de Vírus no seu computador?

como evitar virus de computador

Vírus, worms, bots e cavalos de tróia, são códigos maliciosos que se forem instalados no computador permitirão que pessoas mal intecionadas se utilizem das máquinas para o envio de spam, além do roubo de informações (como senhas de internet banking e números de cartões de crédito), bem como uma nova modalidade que é o sequestro de dados de usuários e empresas.

Os vírus de computador foram criados há mais de 40 anos, para atrapalhar as operações do computador de grande porte PDP-10, em 1971. Na década de 1980 começaram a aparecer o vírus para os computadores da Apple e em 1986 alguém migrou o código do Brain (vírus criado para o Apple II) para o sistema operacional DOS. A partir daí que John McAfee criou o primeiro antivírus, com a finalidade de combater o Brain.

Até então os vírus de computador apenas atrapalhavam a operação sem maiores danos aos dados. Em 1991 começou a se popularizar na Bélgica o vírus Casino, que ficava incubado no computador e se ativava nos dias 15 de janeiro, 15 de abril e 15 de agosto.

Ele destruía toda a estrutura do sistema operacional DOS e desafiava o usuário para uma partida com 5 chances, onde se aparecem 3 vezes a letra “L”, os dados seriam salvos, mas caso perdesse, os dados seriam apagados e o dono do computador deveria reinstalar todos o sistema novamente.

Naquela época os vírus de computador se replicavam através de disquetes. Atualmente utiliza-se de pen drive, HD Externo, redes locais e internet, através de sites e-mails, utilizando-se de Engenharia Social. Aliás, Engenharia Social, no contexto da informação, é a manipulação psicológica de pessoas para a execução de ações que facilitarão o roubo de informações e dados.

E como se proteger?

A primeira atitude é ter um antivírus instado em seu computador. Daí por diante deve-se tomar muito cuidado com sites em que navega, pois muitos deles induzem o usuário a clicar em determinados links que poderão executar códigos maliciosos e infectar o computador.

Sites de downloads de aplicativos e de conteúdo pornográfico também são repletos de muitas armadilhas. Se ficar na dúvida, não clique em nada e feche o navegador. Há também as mensagens de e-mails que tentam ludibriar os usuários:

  • Usando o nome de bancos, informando sobre falhas em tokens e outras formas de segurança bancária (os bancos não solicitam informações nem mandam solicitações por e-mail);
  • Empresas de logística (como os Correios), informando que não foi possível entregar uma encomenda (caso você esteja esperado uma encomenda, solicite ao remetente o código de rastreamento para acompanhar no site dos Correios);
  • Lojas virtuais, informando que a nota fiscal eletrônica foi emitida e passando um link para ser clicado (se você realmente comprou algo, verifique se é a mensagem da loja onde fez a compra e não clique em link algum, pois as informações de nota fiscal eletrônica são enviadas em arquivo PDF anexo à mensagem);
  • Empresa de cobrança, passando um link para download do boleto conforme o acordo (se você não fez nenhum tipo de acordo então não clique e segure e curiosidade);
  • Empresas informando que foi feito um reembolso (se você não estava esperando o reembolso novamente evite clicar no link enviado);
  • Secretaria da Fazenda Estadual e Receita Federal, falando sobre irregularidades em CPF ou CNPJ, bem como em épocas de Declaração do Imposto de Renda;
  • Empresas de proteção ao crédito, informando que você foi negativado e sugerindo novamente a clicar num link.

Sobre os e-mails vale a pena ressaltar que é muito prudente não clicar em nenhum link, a não ser que seja de fonte confiável e que você tenha confirmado o envio daquele link.

Proteja-se dos vírus de computador com os Antivírus

Antivírus é um programa de computador que tem a função de prevenir, detectar e remover vírus e códigos maliciosos de computadores (spywares, trojans, rootkits, entre outros).

Para tentar evitar e diminuir as consequências ruins destes códigos encontram-se disponíveis aos usuários programas antivírus gratuitos e pagos.

Os programas antivírus gratuitos são mais simples e atuam em camadas mais superficiais do sistema operacional, mas tendo também a sua eficiência, pois mantém uma proteção ativa que verifica arquivos, e-mails e internet.

O que atrapalha é que eles ficam fazendo autopropaganda para que os usuários atualizem para a versão paga. Mesmo estas versões gratuitas podem ser configurados com algumas regras e permitir exceções de arquivos, os quais podem ser identificados como maliciosos, apesar de não ser.

Já os antivírus pagos são verdadeiras centrais de segurança, monitorando todas as camadas do sistema operacional. Eles monitoram todas as atividades do computador, como navegação internet, tráfego em rede local, leitura de arquivos em disco, pen drives, CDs, DVDs, cartões de memórias, mensagens de e-mail e arquivos anexos.

Com esse monitoramento constante efetuado pelo programa antivírus pago, o computador comumente apresenta lentidão, o que pode aborrecer alguns usuários.

O primeiro programa antivírus foi criado por John McAfee, em 1986, com a função de eliminar o vírus Brain, que tinha sido criado para Apple II, mas que teve seu código migrado para o sistema operacional DOS.

Este vírus se propagava através de disquetes, deixava lenta a leitura dos arquivos contidos nos discos e ocupava preciosos kbytes na memória do DOS.

Atualmente existem varias opções de programas antivírus, em versões gratuitas e pagas, sendo os mais populares McAfee, Norton, Avast, AVG, Avira, Nod32, Panda e Kaspersky.

Há também algumas ferramentas específicas para detecção e remoção de spywares, além de programas de remoção para vírus e códigos maliciosos específicos, criados pelas desenvolvedoras de programas antivírus.

clique e marque um bate papo comigo alexandre goncalves

alexandre carvalho goncalves 200x200 1

 

Alexandre Gonçalves .´.

[email protected]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *